desconto do vale refeição desconto do vale refeição

Saiba agora mesmo como funciona o desconto do vale-refeição!

6 minutos para ler

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Muitas empresas ainda têm dúvidas sobre as vantagens de oferecer diferentes benefícios corporativos e como geri-los. O vale-refeição é um dos mais adotados, mesmo que com algumas incertezas em torno dele. É comum não saber como ele pode ser melhor utilizado e qual o valor do desconto do vale-refeição no salário dos trabalhadores, por exemplo.

De todo modo, vale destacar que o benefício é um dos mais valorizados no mercado, servindo para engajar os colaboradores atuais e atrair novos talentos. Por sinal, trata-se um diferencial importante na hora da contratação, principalmente quando os valores são mais atrativos.

Ainda tem dúvidas sobre o desconto do vale-refeição? Então, continue lendo o artigo para conferir como funciona esse benefício e como adotá-lo de forma mais prática na sua empresa!

Como funciona o vale-refeição?

O vale-refeição é um benefício concedido pelas empresas aos colaboradores todos os meses. Geralmente, o cálculo do valor pago é feito por dia de trabalho, proporcionalmente aos dias úteis de cada mês. Algumas companhias ainda fornecem o vale mesmo durante as férias do trabalhador.

O vale-refeição costuma ser repassado em um cartão, que é reposto todo mês com a quantia correspondente. O benefício pode ser usado pelo usuário para a compra de alimentos prontos em restaurantes, padarias e outros estabelecimentos que sejam credenciados à empresa que faz a gestão do cartão.

Assim, o vale-refeição funciona como um acréscimo ao salário dos funcionários e, por isso mesmo, costuma ser tão bem visto por eles. Afinal, não é tributado pelo imposto de renda, apesar de poder haver um desconto do vale-refeição na folha de pagamento. De qualquer forma, serve como um incentivo para os colaboradores, deixando-os mais satisfeitos com a empresa.

Qual é a diferença entre vale-alimentação e vale-refeição?

Ambos os benefícios são bastante valorizados pelos colaboradores. No entanto, existem diferenças em relação ao uso e aos estabelecimentos em que são aceitos. O vale-refeição é usado para a compra de alimentos consumidos nos dias úteis e no horário de trabalho (como no intervalo para o almoço), em padarias, restaurantes e lanchonetes.

Já o vale-alimentação é mais usado em supermercados e açougues, entre outros estabelecimentos, fora do trabalho. Obviamente, isso vai depender dos próprios locais conveniados, uma vez que muitos deles aceitam os dois tipos de benefícios, desde que estejam credenciados na rede fornecedora do cartão.

Outra diferença é em relação à obrigatoriedade. Mesmo que o vale-refeição e o vale-alimentação não sejam obrigatórios, alguns sindicatos estabelecem que as empresas paguem o vale-alimentação aos funcionários. Isso vai depender da negociação feita na hora da contratação do trabalhador e das convenções coletivas sindicais.

Sem contar que as companhias podem negociar com cada colaborador se ele prefere um ou outro benefício. Isso acontece porque a empresa que faz a gestão dos dois cartões costuma ser a mesma, facilitando o repasse. Assim, os funcionários podem escolher o vale que mais seja conveniente.

Powered by Rock Convert

Qual é o valor do desconto do vale-refeição?

Como vimos, uma vez que não é um benefício obrigatório, cada empresa pode determinar o valor do vale-refeição de acordo com os dias úteis do mês. No entanto, vale lembrar que a lei (artigo 458 da CLT) não estipula um valor mínimo de desconto do salário do trabalhador, apenas um valor máximo (teto), que não pode ultrapassar os 20% do salário.

Dessa forma, ainda que a empresa pague o mesmo valor diário a todos os funcionários, é preciso prestar atenção no desconto do vale-refeição. A diferença salarial entre os cargos pode influenciar no quanto será descontado de cada um. Por exemplo: se o vale mensal for R$ 600, somente R$ 400 poderá ser descontado de um colaborador que tenha o salário de R$ 2.000.

Porém, ainda que previsto em lei, o mais comum é que as empresas não façam o desconto do vale-refeição. Isso porque ele deve ser percebido como um incentivo para os colaboradores, podendo ter um efeito contrário caso o desconto seja muito alto.

Para minimizar o impacto do custo do benefício, é possível optar pela inclusão no Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT) do Governo Federal. Ele concede vantagens às organizações que não descontam os benefícios de alimentação e refeição na folha de pagamento dos trabalhadores.

Dessa forma, muitas companhias podem compensar o valor do vale-refeição ao reduzir os gastos com impostos e outros encargos, como a contribuição previdenciária, o FGTS e até o imposto de renda. Cerca de 150 mil empresas já aderiram ao PAT no país.

Como otimizar a gestão do vale-refeição?

Uma grande vantagem do vale-refeição é que sua gestão é bastante simplificada. Os valores pagos podem ser previstos com mais facilidade, servindo para o cálculo geral do investimento feito em cada funcionário ao longo do ano. Sem contar que fica mais simples prever e planejar tais custos mesmo em tempos de alta da inflação e subida nos preços dos alimentos.

Para otimizar a gestão, é possível criar uma política que estabelece as regras e práticas a serem adotadas no caso de cada benefício oferecido aos funcionários. Dessa forma, todas as regras legais e sindicais podem ser mais bem atendidas, além de haver uma maior previsão dos gastos da empresa.

Outra forma de otimizar a gestão do vale-refeição é contratar uma companhia especializada na área. Afinal de contas, esse tipo de tarefa costuma sobrecarregar bastante os setores financeiro e de Recursos Humanos, muitas vezes sendo necessário contar com profissionais dedicados e especializados no assunto.

Uma empresa especializada pode ajudar a encontrar os melhores benefícios de acordo com as necessidades da empresa e dos trabalhadores. Assim, a organização consegue evitar gastos desnecessários, prejuízos e problemas referentes ao desrespeito das regras trabalhistas.

Esperamos que tenha ficado claro como funciona o desconto do vale-refeição e as principais dúvidas quanto a esse benefício. O mais importante é ter em mente o quanto ele pode ser vantajoso não apenas para os trabalhadores, mas para a empresa de modo geral. Portanto, vale a pena se informar e conhecer fornecedores especializados no assunto.

Gostou de saber melhor como funciona o desconto do vale-refeição? Quer entender como uma empresa especializada em gestão de benefícios pode ajudar? Entre em contato conosco para conhecer nossos serviços e tirar suas dúvidas!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário