rotatividade de funcionários rotatividade de funcionários

Como diminuir a rotatividade de pessoal dentro da empresa?

4 minutos para ler

Cuidar da retenção de talentos é uma das tarefas mais importantes para diminuir a rotatividade de funcionários. Isso porque é necessário investir em estratégias que foquem na motivação e no relacionamento, juntamente ao desenvolvimento dos profissionais.

No entanto, muitas empresas ainda não sabem o que fazer para reduzir a rotatividade de pessoal de modo efetivo. O fato é que esse desafio se torna cada vez mais urgente, tendo em vista o alto custo de contratação, treinamento e desligamento de um profissional.

Todo o processo pode envolver meses, comprometendo a produtividade da equipe. Para ajudar, neste artigo mostramos algumas práticas que podem diminuir a rotatividade na sua empresa. Vamos lá?

Aprimore o processo de seleção 

Tudo começa no processo de recrutamento e seleção. Quanto mais criterioso ele for, maiores serão as chances de encontrar profissionais que tenham real interesse pela empresa e não desejem sair na primeira oportunidade. Assim, além das capacidades técnicas para o cargo, é preciso verificar se os candidatos têm as características comportamentais necessárias para se adequar à posição e à cultura organizacional.

Para tanto, é possível contar com algumas ferramentas, a exemplo de plataformas que filtram os currículos e realizam testes básicos. Mas nada substitui uma boa conversa com um profissional de RH e os gestores da área.

Desenvolva um plano de carreira

Um dos fatores mais relevantes para que o profissional deixe seu emprego é a falta de perspectiva. Ele precisa saber se pode chegar a algum lugar, crescer e se desenvolver profissionalmente.

Por isso é tão importante criar um plano de carreira, em que cada colaborador conheça desde o início quais são suas possibilidades de crescimento dentro da empresa. A tendência é que eles se sintam mais motivados a entregarem melhores resultados para a conquista de novas oportunidades dentro da organização.

Invista em treinamento 

Não dá para esperar que os profissionais se desenvolvam sozinhos. É fundamental investir em treinamentos, técnicos e comportamentais, para que eles se aprimorem e adquiram novas habilidades.

Powered by Rock Convert

Dessa forma, a empresa passa a contar com um time cada vez mais capacitado. Ao mesmo tempo, os colaboradores se sentem valorizados, dedicando-se a terem melhores resultados a cada dia.

Adote uma cultura de feedback

A falta de feedback é outro grande motivo para a rotatividade de pessoal nas empresas. Afinal de contas, se o profissional não recebe um retorno sobre o seu desempenho, dificilmente saberá quais pontos precisam ser melhorados e aquilo que a organização espera dele.

Existem diferentes maneiras de dar feedbacks. O mais importante é que isso se torne parte da cultura da empresa, mas de maneira tranquila, sem constranger ou desrespeitar os profissionais.

Ofereça benefícios atrativos

O salário é um fator importante, mas não suficiente para manter o colaborador. Muitas vezes, os benefícios corporativos são grandes motivacionais, por se tratar de algo a mais na remuneração, e um diferencial inclusive na hora da contratação.

Mas é bom investir em benefícios atrativos, de acordo com o perfil dos colaboradores e indo além das vantagens comuns já oferecidas no mercado. Pode parecer algo simples, mas com certeza faz muita diferença na produtividade e satisfação dos trabalhadores.

O problema é que a rotatividade de pessoal é um dos indicadores que mais afeta o orçamento do RH, impactando nos resultados do negócio como um todo. Portanto, é essencial atentar a essas dicas e buscar soluções para reduzir ou minimizar o problema. 

Gostou de saber como reduzir a rotatividade de pessoal? Então, se inscreva em nossa newsletter para que mais pessoas possam conferir essas dicas!

Posts relacionados

Deixe um comentário